Emma Donoghue: 'Todos os meus livros são feministas'
14:00Rita Bertrand

Emma Donoghue: "Todos os meus livros são feministas"

A autora de O Quarto de Jack terminou em março de 2020 um romance sobre a pandemia que afetou o mundo em 1918. Não imaginava que vinha aí a covid. A Dança das Estrelas tem agora edição portuguesa.

Museu do Holocausto: lembrar é não perpetuar o mal
05 de abrilFilipa Teixeira

Museu do Holocausto: lembrar é não perpetuar o mal

Lê-se, fala-se, ouve-se muita coisa sobre o assunto. Mas muito nunca é demais quando se trata de recordar um dos episódios mais negros da história contemporânea. O Holocausto faz parte do passado, mas não é por isso que deve deixar de ser uma preocupação do presente e do futuro, como bem nos lembra o Museu hoje inaugurado no Porto.

Idris Elba, um cowboy urbano
05 de abrilPedro Marta Santos

Idris Elba, um cowboy urbano

Para alguns é o homem mais sexy do mundo. Para quase todos, Idris Elba é um dos atores mais carismáticos da sua geração. DJ, praticante de MMA e entusiasta da velocidade, regressa em O Cowboy do Asfalto, na Netflix.

Memes da política nacional
04 de abrilRicardo Santos

Memes da política nacional

Alguns dos melhores momentos de humor associado à política portuguesa acontecem online. Partilhados e comentados uma e outra vez, os memes entraram na rotina de grupos de Whatsapp, murais de Facebook ou feeds de Twitter. Geram discussão, ódios, amores e sorrisos. Ninguém fica imune.

Júlio César: “Namorei bastante, mas nem um terço do que se diz”
04 de abrilSónia Bento

Júlio César: “Namorei bastante, mas nem um terço do que se diz”

Nasceu em Chança, Alter do Chão e foi lá que começou a representar, aos 8 anos. Estreou-se como ator profissional ao lado de Raul Solnado e foi sempre um boémio - chegou a alugar um elétrico e desviou um autocarro. Depois de uma pausa, está ansioso por trabalhar.

Vasco Vilhena não quer mudar o mundo, só a si mesmo
02 de abrilPedro Henrique Miranda

Vasco Vilhena não quer mudar o mundo, só a si mesmo

No seu segundo disco, o pianista lisboeta volta-se para si mesmo para encarar os dilemas da modernidade, e defende que não há progresso sem introspeção. A Poda das Nuvens já está nas plataformas digitais, e é editado em formato físico a 1 de maio.

Ela arranjava sexo ao gosto do cliente
01 de abrilRita Bertrand

Ela arranjava sexo ao gosto do cliente

Os bordéis de meninas novas, geridos por uma empreendedora de meia idade, fazem parte do imaginário popular, mas baseiam-se em casos bem reais - como o de Madame Claude, agora em filme na Netflix.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)