O negócio das casas: escolhas certas até ao fim do ano
25 de marçoRaquel Lito

O negócio das casas: escolhas certas até ao fim do ano

Os centros históricos estão em saldos, mas quem quer comprar novo valoriza as varandas com vista. Nas vendas, o timing é... agora. Antes que acabem as moratórias, em setembro, e dispare a oferta. Leia os conselhos de 20 especialistas.

2
A telescola é um problema? Autarcas inventam soluções
17 de fevereiroMargarida Davim

A telescola é um problema? Autarcas inventam soluções

Tardam em chegar às escolas os computadores prometidos pelo Ministério da Educação, há pais à beira de um ataque de nervos sobre como conciliar as aulas em casa com o teletrabalho. A escola à distância não está a ser fácil. Mas há juntas e câmaras a tentar ajudar. A SÁBADO recolheu alguns exemplos de norte a sul do país.

Os azulejos Viúva Lamego de Aires Mateus
25 de janeiroMarkus Almeida

Os azulejos Viúva Lamego de Aires Mateus

Um trio em grês, branco brilhante com acabamento craquelê (técnica francesa que modifica o relevo) e superfície irregular forma a primeira coleção de azulejos desenhada pelo vencedor do Prémio Pessoa em 2017. Pretexto de conversa com o arquiteto no seu ateliê no Príncipe Real, em Lisboa

Antes e depois de tirarem a máscara
20 de dezembro de 2020André Rito

Antes e depois de tirarem a máscara

Quer saber quem são e o que aconteceu? Fomos a lojas, cafés, ao mercado e ao ginásio com famosos de rosto tapado. Veja o vídeo

O Largo

O Porto tinha tudo para me passar despercebido. Durante década e meia, quando rumava a norte, raramente entrava na cidade.

Morte de rapariga de 23 anos é primeira causada pela PSP desde 2017
24 de setembro de 2020Diogo Barreto

Morte de rapariga de 23 anos é primeira causada pela PSP desde 2017

A PSP assume a possibilidade de mulher que morreu esta quinta-feira com ferimentos de tiro, em São João da Madeira, ter sido causada por agente da polícia. Recorde os 11 casos de pessoas que morreram durante ações levadas a cabo pela PSP.

O cofre

"Até que um dia, há cerca de dois anos, comecei a perceber que aquele objeto estranho à nova casa destoava como um passado por limpar. E fiz-me à "casa das chaves" para finalmente descobrir o que essa cápsula do tempo, de expetativas e imaginários, às vezes despertos, outras adormecidos, outras ricos, outras sem esperança, me trazia."

Uma viagem de elétrico com Marcelo
31 de maio de 2020Alexandre R. Malhado

Uma viagem de elétrico com Marcelo

O Presidente apanhou o elétrico sem avisar ninguém. A SÁBADO apanhou-o por sorte. Falou-se de pecados, das presidenciais "imprevisíveis" e de querer "viver cada dia como se fosse o último".

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)