Os costumes, a família e o dinheiro dos Câmara Pereira
Marco Alves

Os costumes, a família e o dinheiro dos Câmara Pereira

Líder do PPM, em coligação com o PSD e o CDS, foi um dos herdeiros do vasto património imobiliário dos condes de Tarouca e casou-se com outra herdeira de famílias abastadas. As partilhas ao longo das décadas e das gerações familiares foram reduzindo as posses. Hoje vive da agricultura e das senhas de presença na AML.

Badajoz, uma escapadinha mesmo aqui ao lado
Ricardo Santos

Badajoz, uma escapadinha mesmo aqui ao lado

Esqueça os caramelos e a gasolina mais barata. A cidade e a província de Badajoz tornaram-se um destino que merece atenção. História, hotelaria, gastronomia e natureza assim que se cruza a fronteira.

Nabeiro, agora é a vez dos netos
Ana Taborda

Nabeiro, agora é a vez dos netos

Os irmãos Rui Miguel e Rita têm gabinete em Lisboa, mas todas as semanas rumam a Campo Maior, onde o primo Ivan sempre trabalhou: o seu gabinete é o mesmo do Sr. Rui, uma sala com três secretárias – uma que se mantém vazia desde a morte do patriarca. Em março, o cavaleiro Marcos entrou para a administração da Delta.

Os herdeiros de Rui Nabeiro

As histórias dos quatro netos de Rui Nabeiro que agora lideram as 37 empresas do Grupo Delta. E ainda: o escritor João Tordo fala da sua vida e da novela que vai escrever para a SÁBADO; reportagem com o (bem-humorado) deputado Rui Rocha; crianças que mal falam e já são influencers.

O empresário que gostava de futebol e não recusava empregos
Ana Taborda, Lucília Galha, Paulo Barriga e Susana Lúcio

O empresário que gostava de futebol e não recusava empregos

Financiou o Campomaiorense, arranjou trabalhos a muita gente, entregou casas, construiu escolas e creches. Apesar da idade, foi dos primeiros a investir na reciclagem e na sustentabilidade – desde que isso não implicasse despedir pessoas.

Como Nabeiro começou a ser o mayor da vila
Ana Taborda, Lucília Galha, Paulo Barriga e Susana Lúcio

Como Nabeiro começou a ser o mayor da vila

Nos anos 80 já tinha a principal fábrica de café ibérica e pagava férias aos funcionários. Só um processo por fuga ao fisco o fez sair de Campo Maior e exilar-se em Badajoz.

Rui Nabeiro: Das salsichas e pregões ao contrabando
Ana Taborda, Lucília Galha, Paulo Barriga e Susana Lúcio

Rui Nabeiro: Das salsichas e pregões ao contrabando

Aos 13 anos já transportava sacos de café num carrinho de mão. O pai morreu cedo e Rui dava todo o ordenado à mãe analfabeta. Aos 30, fez um empréstimo para montar a sua própria fábrica.

O “mouro de trabalho” que tinha medo de parar
Ana Taborda, Lucília Galha, Paulo Barriga e Susana Lúcio

O “mouro de trabalho” que tinha medo de parar

Continuou sempre a acordar às 6h, a acompanhar as cotações nas bolsas e a fazer provas dos lotes de café. Trabalhou quase até morrer: “Quero sentir o palpitar do coração”.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana