O político que disse 'eu demito-me': Jorge Coelho (1954-2021)
07 de abrilMaria Henrique Espada

O político que disse "eu demito-me": Jorge Coelho (1954-2021)

Coelhone, bombeiro, todo-o-terreno, todo-poderoso, king-maker, o Jorge: acumulou alcunhas, poder, mas cultivou sempre a proximidade de homem do povo. Em todas as conversas dizia "o meu caro amigo". Fez de tudo: manobras de bastidores e discursos inflamados. Mas numa noite de março de 2001 demitiu-se e esse gesto definiu-lhe a carreira. Morreu esta quarta-feira.

Ela arranjava sexo ao gosto do cliente
01 de abrilRita Bertrand

Ela arranjava sexo ao gosto do cliente

Os bordéis de meninas novas, geridos por uma empreendedora de meia idade, fazem parte do imaginário popular, mas baseiam-se em casos bem reais - como o de Madame Claude, agora em filme na Netflix.

A irmã do rei e Salazar: “O telefone do meu quarto tem o número 842021”
10 de marçoMarco Alves

A irmã do rei e Salazar: “O telefone do meu quarto tem o número 842021”

Durante 28 anos, Filipa de Bragança combinou encontros com Salazar, pediu favores para amigos, para a Casa Real e para D. Duarte Pio. As cartas que escreveu ao ditador revelam uma grande cumplicidade e intimidade (inclusive com indicações para ele lhe ligar para o quarto às 23h), e quando Salazar morreu tentou desesperadamente reavê-las. O que se passou entre os dois?

Fazer da roupa velha a moda do futuro
15 de fevereiroCatarina Moura

Fazer da roupa velha a moda do futuro

Lojas de roupa em segunda mão, eventos para troca de roupa e vestuário a partir de tecidos antigos. O futuro da moda está em criar a partir dos tecidos que já existem, não desperdiçar e por a produção em stand by

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)