12 de maio de 2018Marco Alves

Um ano depois, o que Amar Pelos Dois tem de diferente?

No início, era só uma guitarra. Até que o arranjador, Luís Figueiredo, trouxe piano, contrabaixo, viola, violoncelo e violino. O músico recebeu-nos em Coimbra para uma pequena aula de música.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)