Pedro Pinho pagou 2,5 milhões de euros ao filho de Pinto da Costa
04 de novembroAntónio José Vilela

Pedro Pinho pagou 2,5 milhões de euros ao filho de Pinto da Costa

A transferência terá ocorrido após saber que ganharia 10 milhões de euros para abrir as portas a Bruno Macedo na negociação dos direitos televisivos do FC Porto. A SÁBADO revela os contratos confidenciais do milionário negócio dos intermediários com a Altice.

Estas aves adivinham tsunâmis
19 de setembroRaquel Lito

Estas aves adivinham tsunâmis

Pelo menos é o que acreditam investigadores franceses, que analisam o potencial destes pássaros. Os maçaricos são superouvintes e sensíveis às catástrofes naturais.

Maiores bicos, caudas e orelhas. Como vão os animais sobreviver às alterações climáticas?
09 de setembroDiogo Camilo

Maiores bicos, caudas e orelhas. Como vão os animais sobreviver às alterações climáticas?

Estudo aponta para uma autêntica "metamorfose" de animais de sangue quente para tentar regular a temperatura corporal à medida que o planeta aquece. Aves têm tendência para aumentar o tamanho das asas, enquanto mamíferos aumentarão o tamanho das orelhas, caudas e pernas. Mas isso não significam que se estejam a adaptar adaptar às alterações climáticas.

4
No coração da cidade do mar
04 de setembroPedro Henrique Miranda

No coração da cidade do mar

Local de geografia única e paisagens deslumbrantes, Peniche está servida por dezenas de praias e é coroada pela beleza das Berlengas.

Era uma vez no Oeste
04 de setembroPedro Henrique Miranda

Era uma vez no Oeste

Reportagem de uma semana, ao longo da costa, em busca dos segredos, refúgios, tesouros e praias obrigatórias da região que é destino balnear dos lisboetas, apesar do clima severo.

4
Há vida na lagoa
04 de setembroPedro Henrique Miranda

Há vida na lagoa

Destino de natureza abundante, atividades ao ar livre e observação de aves, a lagoa de Óbidos é paragem obrigatória na volta pelo Oeste.

Tavira não passa de moda
30 de agostoCláudia Sousa Carvalho

Tavira não passa de moda

Entre a terra e o mar, a região recebe visitantes há quase 3000 anos. Uns vieram pelo peixe, outros pelo sal e nenhum se foi embora sem aproveitar o sol deste Sotavento algarvio. Uma beleza intemporal.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana