Guerra na Quinta da Marinha
25 de outubroSusana Lúcio

Guerra na Quinta da Marinha

O promotor do condomínio, Miguel Champalimaud, está descontente com a construção de um novo empreendimento. Até cortou árvores e arbustos plantados por este.

Estátuas realistas com pele no Algarve
13 de agostoRita Bertrand

Estátuas realistas com pele no Algarve

Em criança brincava com facas, escavando cascas de árvores em busca de figuras. Agora Mark Evans esculpe a natureza em couro. A sua obra, inédita em Portugal, está no Conrad Algarve até 30 de setembro.

2
De raízes fez Ai Weiwei a nova exposição
07 de agostoFilipa Teixeira

De raízes fez Ai Weiwei a nova exposição

Em "Entrelaçar", que estará até julho de 2022 no Museu e no Parque de Serralves, as árvores são simbólicas e evocam laços de família e política.

Paulo Sousa: 'Em Viseu, ia ver os jogos para cima das árvores'
13 de junhoPedro Ponte

Paulo Sousa: "Em Viseu, ia ver os jogos para cima das árvores"

De férias no Algarve, antes de começar a preparação para o Euro 2020, o selecionador da Polónia falou à SÁBADO: lembrou a infância em Viseu; a chegada ao Benfica, com 16 anos; as conquistas europeias pela Juventus e Borussia Dortmund; ou o seu feitio reservado. E ainda contou que com o seu primeiro ordenado comprou um pullover

A irmã do rei e Salazar: “O telefone do meu quarto tem o número 842021”
10 de marçoMarco Alves

A irmã do rei e Salazar: “O telefone do meu quarto tem o número 842021”

Durante 28 anos, Filipa de Bragança combinou encontros com Salazar, pediu favores para amigos, para a Casa Real e para D. Duarte Pio. As cartas que escreveu ao ditador revelam uma grande cumplicidade e intimidade (inclusive com indicações para ele lhe ligar para o quarto às 23h), e quando Salazar morreu tentou desesperadamente reavê-las. O que se passou entre os dois?

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana