Julgamento cível do caso do Meco começa hoje em Setúbal
OntemLusa

Julgamento cível do caso do Meco começa hoje em Setúbal

As famílias dos seis jovens que morreram durante uma praxe na praia do Meco em 2013 reclamam indemnizações no valor global de 1,3 milhões de euros: No banco dos réus estarão João Miguel Gouveia e a Universidade Lusófona.

O homem que comprou a Groundforce sem dinheiro
18 de marçoBruno Faria Lopes

O homem que comprou a Groundforce sem dinheiro

Alfredo Casimiro comprou 50,1% da empresa em 2012 sem pôr dinheiro e só em Março de 2018, após a execução de uma garantia bancária, acabou de pagar à TAP. Entretanto já recebera milhões em comissões de gestão, que chegou a levantar em "cash" no banco.

Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

Como Angola escondeu a fraude no BES
18 de fevereiroCarlos Rodrigues Lima

Como Angola escondeu a fraude no BES

O procurador do caso BES considerou que os acionistas do banco angolano fizeram uma espécie de chantagem: ou havia uma garantia soberana ou revelavam publicamente a fraude, que arrastaria todo o sistema bancário.

Segredos do gestor de Isabel dos Santos ficaram por desvendar
25 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Segredos do gestor de Isabel dos Santos ficaram por desvendar

Nuno Ribeiro e Cunha suicidou-se há um ano. O Ministério Público acreditava que os seus telemóveis continham informação relevante, até para investigar um eventual crime de incitamento ao suicídio, mas a Polícia Judiciária não conseguiu aceder ao seu conteúdo.

3
Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi
21 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi

Um mês antes da queda do BES, os elementos do clã desdobraram-se em movimentações para salvaguardar algum património financeiro. José Maria até terá contado com a ajuda do antigo presidente do Deutsche Bank, que chegou a ser suspeito de violação do segredo de justiça.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)