No país emerso

O feminista António Pinto Pereira

O Dr. Pinto Pereira só afirma que as mulheres “são muito mais importantes e valiosas do que os homens” precisamente porque as perceciona como seres frágeis, carentes de proteção e merecedoras da sua condescendência, honrando os valores machistas do seu partido

Paloma

Não sei se as pessoas crescem, se são os homens que não crescem. Eu só envelheci por fora. Continuava a ser o miúdo que sonhava chegar em câmara lenta com uma mala de viola e aviar todos os bandidos.

O pintor Moita Macedo, visto pelo filho Paulo
Ana Taborda

O pintor Moita Macedo, visto pelo filho Paulo

Começou por pintar na sala da sua casa, em Queluz, mas também nos escritórios da Siderurgia Nacional, onde conheceu António Champalimaud. Católico e comunista, dizia poemas de improviso, desenhava obsessivamente, conviveu com Almada Negreiros e Júlio Pomar.

O pacto secreto dos três maçons e a corrupção na câmara
António José Vilela

O pacto secreto dos três maçons e a corrupção na câmara

Um acordo criminoso não cumprido na venda de um terreno público que iria defraudar o Estado. Uma autarca endividada por empréstimos pessoais e que tomava decisões após consultar uma “conselheira espiritual”. O dinheiro encontrado num cofre e em envelopes. E o alegado pacto do deputado do PS com os dois amigos que tinham feito juras de fidelidade nos templos da maçonaria.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana