Já abriu o Marvila Art District
31 de maioRita Bertrand

Já abriu o Marvila Art District

A coletiva "New Era for Humanity" é a primeira mostra a ter lugar neste espaço. São quatro pisos de arte num edifício histórico.

Paulo Flores: 'Em cada batida celebramos uma tristeza'
04 de maioPedro Henrique Miranda

Paulo Flores: "Em cada batida celebramos uma tristeza"

Paulo Flores cansou-se de cantar músicas alegres: no seu novo disco, Independência, em que reflete sobre o estado de Angola 45 anos depois, prefere celebrar a triste cadência que só o seu país tem.

Guerra Colonial. Os apelos que ficaram sem resposta
03 de maioAntónio Luís Marinho

Guerra Colonial. Os apelos que ficaram sem resposta

Os últimos anos antes do início da guerra em Angola, na Guiné e em Moçambique foram de intensa actividade diplomática por parte dos movimentos nacionalistas, tentando seguir a via do diálogo, evitando assim um conflito armado.

Carvalho das Barbas: o comandante das milícias em Angola
18 de marçoTiago Carrasco

Carvalho das Barbas: o comandante das milícias em Angola

Carvalho das Barbas foi um herói para os brancos e um diabo para os negros. Jogava à bola com cabeças decepadas e há quem o acuse de ter usado câmaras de gás improvisadas. Trabalhava com a PIDE e os militares.

Guerra Colonial: As milícias da vingança branca
17 de marçoTiago Carrasco

Guerra Colonial: As milícias da vingança branca

Os ataques da União dos Povos de Angola (UPA) contra os colonos portugueses, a 15 de março de 1961, não pouparam mulheres nem bebés. Centenas de colonos ficaram para se vingar. A SÁBADO teve acesso exclusivo a um diário de horrores.

Angola, 15 de março de 1961: O mistério do telegrama desaparecido
14 de marçoAntónio Luís Marinho

Angola, 15 de março de 1961: O mistério do telegrama desaparecido

Na manhã de 15 de março, um ataque de populares africanos, dirigidos pela UPA, a dezenas de fazendas no norte de Angola, causou milhares de mortos, entre europeus e africanos, numa onda de extrema violência, que iria motivar uma resposta igualmente violenta.

IKOQWE: a dupla Luaty e Coquenão
10 de marçoPedro Henrique Miranda

IKOQWE: a dupla Luaty e Coquenão

Há anos a participar nos projetos um do outro, Pedro Coquenão e Luaty Beirão unem-se sob o nome IKOQWE, dupla que se estreia em disco com The Beginning, the Medium, the End and the Infinite na sexta, 5 de março.

7
Massacres em Angola: As milícias da vingança branca
10 de marçoTiago Carrasco

Massacres em Angola: As milícias da vingança branca

Os ataques da União dos Povos de Angola (UPA) contra os colonos portugueses, a 15 de março de 1961, não pouparam mulheres nem bebés. Centenas de colonos ficaram para se vingar. A SÁBADO teve acesso exclusivo a um diário de horrores e falou com as filhas do comandante das milícias, o enigmático Carvalho das Barbas. Uma história de terror a que alguns chamam de “sobrevivência” e outros de “genocídio”.

Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)