Como Portugal ajudou a desmantelar uma rede jihadista europeia
18 de fevereiroNuno Tiago Pinto

Como Portugal ajudou a desmantelar uma rede jihadista europeia

Uma investigação iniciada em Portugal detectou uma célula do Estado Islâmico com ramificações em vários países europeus. O grupo estava a preparar um atentado seguindo instruções vindas da Síria e tinha ligações aos responsáveis pelos ataques de Paris e Bruxelas. Um dos elementos foi agora condenado a 30 anos de prisão, em França.

25 de abril: um apóstolo do socialismo
13 de fevereiroJoão Pedro George

25 de abril: um apóstolo do socialismo

Agora sabemos que há, pelo menos, dois Megas: o propagandista do Estado Novo e o marxista-leninista do PREC; o negacionista de Wiriamu e o gestor cultural que navega nas turvadas águas do PS. A sua produção discursiva, antes e depois do 25 de Abril, demonstra de que lado sempre quis estar: do lado de quem tem o poder. No fim de contas, Mega limitou-se a mudar para que Mega pudesse ficar na mesma.

Operação Marosca
30 de janeiroJoão Pedro George

Operação Marosca

A 16 de Dezembro de 1972, quatro caças-bombardeiros largaram várias bombas nas povoações de Wiriamu, Juwau e Chawola. Enquanto isso, cinco helicópteros desembarcavam quatro grupos da 6ª Companhia de Comandos, Grupos Especiais de Pára-quedistas, mercenários e agentes da PIDE/DGS, os quais cercaram as aldeias e desataram a metralhar os aldeões, incluindo mulheres e crianças.

Segredos do gestor de Isabel dos Santos ficaram por desvendar
25 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Segredos do gestor de Isabel dos Santos ficaram por desvendar

Nuno Ribeiro e Cunha suicidou-se há um ano. O Ministério Público acreditava que os seus telemóveis continham informação relevante, até para investigar um eventual crime de incitamento ao suicídio, mas a Polícia Judiciária não conseguiu aceder ao seu conteúdo.

3
Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi
21 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi

Um mês antes da queda do BES, os elementos do clã desdobraram-se em movimentações para salvaguardar algum património financeiro. José Maria até terá contado com a ajuda do antigo presidente do Deutsche Bank, que chegou a ser suspeito de violação do segredo de justiça.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)