Notícia

Segurança

Suspeitos de assalto e morte de homem em Sintra condenados a penas entre 8 e 25 anos

13.08.2018 14:02 por L.R. e Lusa
Um deles alvejou com uma caçadeira 'shotgun' um automobilista, de 49 anos, que não parou a carrinha onde seguia com a mulher e a filha de cinco anos.
Foto: Cofina Media
Foto: Cofina Media
Foto: Cofina Media

Tribunal de Sintra
O tribunal de Sintra condenou hoje seis arguidos a penas de prisão entre oito e 25 anos pelo assalto a uma carrinha de valores no Lourel, em Fevereiro de 2016, que resultou na morte de um automobilista na A16.

Segundo o Correio da Manhã, o líder do gangue foi condenado a 25 anos de prisão. Quatro outros elementos receberam uma pena de 23 a 24 anos de prisão. Um sexto elemento, que desmaiou no despiste durante o assalto, foi condenado a oito anos. Nas alegações finais, o Ministério Público tinha pedido penas entre os sete anos e meio e os 22 anos para seis dos dez arguidos. Quanto a outros quatro, pediu a absolvição.  

Os funcionários da carrinha de transporte de valores foram barrados, em 28 de Fevereiro de 2016, por duas viaturas quando transportavam sacos com moedas de um hipermercado, em Lourel.

Após consumarem o assalto à carrinha, os seis principais arguidos - agora condenados a prisão - fugiram na direcção da Autoestrada 16 (A16), mas a viatura em que seguiam despistou-se, levando a que tivessem procurado fazer parar e roubar outras viaturas para continuarem a fuga.

pub
Um deles alvejou com uma caçadeira 'shotgun' um automobilista, de 49 anos, que não parou a carrinha onde seguia com a mulher e a filha de cinco anos, levando ainda a viatura até às portagens de Algueirão-Mem Martins, onde acabou por morrer.


pub
pub