Notícia

Segurança

Julgado agente que roubou telemóvel durante operação STOP

04.02.2018 10:25 por Leonor Riso
Aparelho estava avaliado em €1.039. Polícia é acusado de peculato.
Foto: Cofina Media
Foto: Cofina Media
Foto: Cofina Media

Operação STOP geral

Um agente da PSP vai ser julgado por ter roubado o telemóvel a um condutor durante uma operação STOP, no Porto. O polícia de 42 anos submetia o condutor a um teste do balão quando viu um telemóvel no valor de €1.039 na porta do lado esquerdo.

O condutor acusou 0,5 gramas de álcool por litro de sangue e foi encaminhado para a esquadra. Foi aí que o agente colocou o telemóvel no bolso.

Depois de sair da esquadra, a vítima do roubo usou o serviço de localização GPS do aparelho e percebeu que estava numa rua de Ermesinde. Encaminhou-se para o local, onde encontrou o agente que o tinha multado, conta o Correio da Manhã. Contudo, o agente negou o roubo do aparelho.

O dono do telemóvel avançou com uma queixa na esquadra das Antas. Os agentes descobririam as peças do telemóvel num terreno baldio, com a ajuda do agente suspeito.

pub

O agente foi acusado de peculato, e afastado do serviço. "A conduta adoptada pelo arguido revela um aproveitamento indevido para fins pessoais das funções por si exercidas. Revelou uma motivação da utilização dos poderes inerentes àquelas funções para satisfazer os seus interesses económicos", defende o Ministério Público, que pede que o agente pague €1.039 ao Estado.

O processo será julgado no Tribunal de S. João Novo, Porto. 


pub
pub