Notícia

Operação Marquês

Ouro e diamantes de Ricardo Salgado por identificar

26.11.2017 09:11 por Alexandra Pedro
O destino final destes bens ainda não foi identificado pelo Ministério Público. Banqueiro e mulher foram revistados no aeroporto de Lisboa.
Foto: Sábado
Foto:  Bruno Colaço / Correio da Manhã
Foto: LUSA / PAULO CUNHA
Foto: MARIO CRUZ/LUSA
Ricardo Salgado detido esta manhã (em act.)
Foto: Sábado

Ricardo Salgado
Ricardo Salgado terá uma parte da sua fortuna em ouro e diamantes, cujo destino final ainda não foi identificado pelo Ministério Publico. De acordo com a notícia avançada pelo Correio da Manhã, o banqueiro e a sua mulher foram revistados no aeroporto de Lisboa, na noite de 27 de Junho deste ano, e na sua posse tinham extractos sobre a sua situação financeira em três contas na Suíça. 

"Existem fundos depositados em algumas contas abertas na Suíça pelo arguido [Ricardo Salgado], ainda que em nome de entidades instrumentais [offshores], bem como que, a partir de fundos depositados nas mesmas contas, foram realizadas aquisições de bens de elevado valor, ouro e pedras preciosas, cujo destino final não foi, por ora, identificado", pode ler-se no despacho da autorização aos pertences de Ricardo Salgado e da sua mulher, emitido na noite em que ocorreu a revista. 

Segundo o CM, os extractos mostram que o ex-líder do Banco Espírito Santo tinha 3,5 milhões de euros investidos em ouro, em Novembro de 2011. A acusação do Ministério Público revela ainda que em 2012 a mulher do banqueiro adquiriu três diamantes por 3,82 milhões de dólares (cerca de 3,25 milhões de euros). 

Ricardo Salgado terá viajado em Junho passado para a Suíça por questões familiares, mas o procurador Rosário Teixeira - responsável pela investigação da Operação Marquês - terá considerado que a deslocação do banqueiro poderia ser "aproveitada para a obtenção de documentos de justificação de operações realizadas no passado ou para a movimentação de activos decorrentes dos fundos que transitaram nas contas abertas naquele país". 
pub


pub
pub