Vitor Escária nomeado chefe de gabinete de António Costa

SÁBADO , Lusa 17 de agosto de 2020
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 15 a 21 de setembro
As mais lidas

Escária foi constituído arguido no caso Galpgate. Para caso não chegar a julgamento, foi proposto aos arguidos o pagamento de multas.

O economista Vitor Escária foi hoje nomeado chefe de gabinete do primeiro-ministro, António Costa, substituindo no cargo Francisco André, que vai assumir funções na representação permanente de Portugal junto da OCDE. Escária foi constituído arguido no caso Galpgate, a cujos arguidos foi proposto o pagamento de sanções pecuniárias (multas) entre os 600 e os 10 mil euros para que o caso não chegasse a julgamento. Escária foi acusado de recebimento indevido de vantagem.

Cofina Media

Escária também foi assessor económico de José Sócrates.

De acordo com fonte do gabinete do chefe do executivo, Vitor Escária iniciou hoje funções, sucedendo a Francisco André, que irá transitar para a representação permanente de Portugal junto da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), sediada em Paris.

Galpgate: Professor universitário e mulher de assessor de Costa arguidos

O professor catedrático João Paulo Serejo Goulão Crespo e Susana Escária, ex-chefe de gabinete do antigo secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, e mulher de Vitor Escária (ex-assessor do primeiro-ministro), foram constituídos arguidos pelo alegado crime de recebimento indevido de vantagem no caso das viagens do Euro 2016.


Vitor Escária, de 48 anos, economista e professor do Departamento de Economia do ISEG --- Lisbon School of Economics and Management, regressa ao gabinete de António Costa, de quem foi assessor económico no executivo anterior. Pediu a demissão depois de ter sido noticiado o seu envolvimento no Galpgate. 

Licenciado em Economia, em 1994, pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), Universidade Técnica de Lisboa, Vitor Escária fez o mestrado na mesma instituição, em 1997, e doutorou-se em 2004, pelo Department of Economics and Related Studies, University of York, do Reino Unido.


Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais