PS avança com alteração à lei da Procriação Medicamente Assistida para permitir inseminação pós-morte

PS avança com alteração à lei da Procriação Medicamente Assistida para permitir inseminação pós-morte
SÁBADO 14 de fevereiro de 2020

Vice-presidente da bancada parlamentar socialista recorda que a possibilidade estava prevista no projeto de lei apresentado por um grupo de deputados socialistas em 2012 e 2015, sendo chumbado das duas vezes.

O PS vai avançar com uma alteração à lei da Procriação Medicamente Assistida (PMA) de forma a permitir a inseminação pós morte. A alteração que pretende definir que  o processo de inseminação artificial iniciado por um casal possa prosseguir, ainda que no decorrer do processo ocorra a morte do cônjuge, não é um desejo novo dos socialistas. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais