PJ prende históricos dos Hells Angels

Nuno Monteiro, skinhead condenado pelo assassinato de Alcindo Monteiro em 1997, esteve na mira da PJ. Os fundadores Francisco Gouveia e "Rambo", líder na Margem Sul, também constam nos mandados de busca e detenção.

Três históricos membros dos Hells Angels, dos quais dois são fundadores, foram alvos da Polícia Judiciária na megaoperação desta quarta-feira da Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) contra o grupo de motards.

Segundo as informações que a SÁBADO recolheu, terão sido detidos os fundadores Francisco Gouveia e Eduardo Nuno da Silva de Lima Pereira - o líder dos HA na margem sul, mais conhecido como "Rambo" -. Também terá estado na mira das autoridades Nuno Monteiro, soldado do exército português e um dos skinheads condenados pelo assassinato de Alcindo Monteiro em 1997.  Tal como a SÁBADO apurou, os nomes constam nos mandados de detenção e de busca.

Tanto Francisco Gouveia (com cerca de 70 anos) como "Rambo" estiveram na fundação dos Hells Angels, quando ainda eram conhecidos como Bloody Devils. Gouveia era actualmente chefe do Clubhouse dos Olivais enquanto Lima Pereira liderava o grupo motards na Margem Sul.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais