Padrasto abusava de menina desde os 10 anos

Padrasto abusava de menina desde os 10 anos
SÁBADO 30 de junho de 2020

A criança foi atacada pelo homem durante seis anos. Abusos só terminaram aos 16, após sofrer um aborto espontâneo.

Durante seis anos foi violada pelo padrasto, em casa, sempre que a mãe saía para trabalhar. A menina era ameaçada de morte pelo homem, de 50 anos, para se manter em silêncio. Há algumas semanas sofreu um aborto espontâneo e só nesse momento, na presença de profissionais de saúde, a vítima, agora com 16 anos, ganhou coragem para relatar os anos de abusos sexuais que viveu às mãos do padrasto.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais