Mulher que acusou PSP de agressão foi ouvida pela IGAI 158 dias depois

Mulher que acusou PSP de agressão foi ouvida pela IGAI 158 dias depois
SÁBADO 07 de julho de 2020

Cláudia Simões acusa agente da PSP de agressões numa paragem de autocarros na Amadora em janeiro deste ano. Advogada diz que processo “está a andar, mas devagar”.

A mulher que acusou a PSP de agressões numa paragem de autocarros na Amadora em janeiro deste ano foi ouvida pela Inspeção-Geral da Administração Interna a 25 de junho, mais de 150 dias depois da intervenção policial polémica em Casal de São Brás.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais