Ministra foi discursar à Santa Casa um dia depois da sua empresa assinar contrato

Ministra foi discursar à Santa Casa um dia depois da sua empresa assinar contrato
Marco Alves 31 de julho de 2019

A 21 de fevereiro, Graça Fonseca foi a estrela de uma iniciativa da SCML. Na véspera, a empresa detida pelo pai, irmão e ela própria assinou ajuste direto de €24 mil para 65 dias com a mesma entidade

Dos cinco contratos por ajuste direto (desde 2016) celebrados pelas empresas detidas pelo clã Graça Fonseca (o pai, a mãe, o irmão e a própria ministra), três foram com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais