Ministério Público vai acusar Ricardo Salgado

Ministério Público vai acusar Ricardo Salgado
Carlos Rodrigues Lima 10 de julho de 2020

Despacho de acusação do caso BES com mais de três mil páginas já está concluído e será notificado a arguidos e assistentes no início da próxima semana. Depois da Operação Marquês, este é mais um mega-processo em tribunal


Salgado_novo

Ricardo Salgado, alguns antigos administradores e quadros de topo do Banco Espírito Santo vão ser acusados, no início da próxima semana, por crimes cometidos na gestão do banco, os quais o terão levado à falência. Segundo informações recolhidas pela SÁBADO, a equipa de procuradores que há seis anos conduz a investigação já assinou o despacho final, que tem mais de três mil páginas, que começará a ser notificado aos arguidos e assistentes logo na próxima segunda feira. O último balanço feito pela Procuradoria Geral da República apontava para 41 arguidos e mais de 30 assistentes. 

A decisão de avançar já com uma acusação prende-se, ao que a SÁBADO apurou, com uma eventual prescrição de crimes de falsificação imputados, sobretudo, a Ricardo Salgado. Em 2019, o atual diretor do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, (DCIAP) Albano Pinto, dizia faltarem "acontecimentos psicofísicos" para fechar a investigação.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais