Ministério Público quer Manuel Pinho transportado pela GNR do Algarve para Braga

Ministério Público quer Manuel Pinho transportado pela GNR do Algarve para Braga
Carlos Rodrigues Lima 24 de janeiro

Procuradores aceitam mudança da prisão domiciliária, mas viagem não deve ser feita pelo próprio arguido. E pediram ainda arresto de bens. Defesa critica investigação e juiz de instrução.

O Ministério Público aceita que Manuel Pinho mude de habitação para cumprir a prisão domiciliária a que foi sujeito no processo da EDP, mas a deslocação deverá ser feita, não pelo próprio arguido, mas sim pela GNR. O antigo ministro da Economia, suspeito de crimes de corrupção e branqueamento de capitais, começou a cumprir a medida de coação numa casa em Albufeira, no Algarve, mas pediu logo transferência para uma habitação que estava a recuperar em Gondizalves, Braga.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais