Mealhada: Líder da oposição diz que “esfumaram-se milhões de euros”

Rui Avelar 26 de maio de 2020

Carta do vereador do PSD Hugo Silva inscreve-se na contestação movida pela coligação "Juntos pelo Concelho da Mealhada" à venda da Escola Profissional do Município ao Grupo GPS, envolvido num processo judicial sobre suspeitas de corrupção.

O líder da oposição (PSD) no Município da Mealhada diz, em carta aberta acabada de divulgar, que, em seis anos, "esfumaram-se quase três milhões de euros dos cofres camarários em resultados negativos acumulados".

"Investir metade do que se orçamentou e, ainda assim, gastar, em seis anos, mais três milhões do que aquilo que se recebeu só poderia dar origem a um resultado desastroso", alega Hugo Silva, vereador, em carta aberta dirigida à presidente da Assembleia daquele concelho bairradino, a cujo teor a SÁBADO teve acesso.

A carta inscreve-se na contestação movida pela coligação "Juntos pelo Concelho da Mealhada" à venda da Escola Profissional do Município ao Grupo GPS (envolvido num processo judicial sobre suspeitas de corrupção).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais