Mau tempo está a caminho do sul mas com menos intensidade

Lusa 19 de outubro de 2019
As mais lidas

A superfície frontal que atinge o continente e que trouxe precipitação intensa no norte do país está a encaminhar-se para o sul.

A superfície frontal que atinge o continente e que trouxe precipitação intensa no norte do país está a encaminhar-se para sueste, mas não está prevista uma situação tão grave como a que ocorreu a norte, disse fonte do IPMA.

Chuva forte deixa carros parcialmente submersos em rua de Braga
Chuva forte deixa carros parcialmente submersos em rua de Braga
Chuva forte deixa carros parcialmente submersos em rua de Braga
Chuva forte deixa carros parcialmente submersos em rua de Braga
Chuva forte deixa carros parcialmente submersos em rua de Braga
Chuva forte deixa carros parcialmente submersos em rua de Braga

Em declarações à Lusa, Ricardo Tavares, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), revelou que a superfície frontal fria que hoje trouxe "mau tempo e precipitação intensa" no norte está a deslocar-se de noroeste para sueste, tendo já passado a região de Lisboa, estando agora a passar no distrito de Setúbal (cerca das 15:00).

"No interior, ainda está mais inclinada, ainda vai nos distritos de Vila Real, Viseu, Coimbra e Santarém. Vai para sueste e, na sua passagem, vamos ter precipitação mais persistente. No entanto, não se prevê uma situação tão gravosa com a ocorreu esta manhã e início da tarde no litoral da região norte", explicou Ricardo Tavares.

Segundo o meteorologista, ao longo da tarde de hoje, prevê-se que a superfície frontal "passe por todo o território do continente", passando, gradualmente, a um regime de aguaceiros "que podem ser mais intensos no norte e centro e com trovoada".

"Para amanhã [domingo] e próximos dias está prevista alguma nebulosidade, com possibilidade de existir pontualmente alguns aguaceiros e uma descida de temperatura", adiantou Ricardo Tavares.

As "condições meteorológicas adversas" provocaram hoje o desvio de pelo menos nove voos no Aeroporto Sá Carneiro, distrito do Porto.

Até cerca das 13:30, e de acordo com o comandante Pedro Araújo da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), tinham sido registadas 52 ocorrências para o distrito do Porto e 34 para o distrito de Braga, desde as 00:00, sendo que se registaram maioritariamente depois das oito da manhã.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais