Marcelo Rebelo de Sousa condena "ataques bárbaros" no Egipto

Lusa 09 de abril de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas

Em Cabo Verde, Presidente da Repúblico fez publicar no site da presidência uma nota a condenar os ataques no Egipto e a expressar "profundo pesar pelas vítimas"

O Presidente da República português enviou uma mensagem de condolências ao Presidente da República Árabe do Egito, Al-Sisi, no qual condena os "bárbaros ataques" registados hoje em duas igrejas e que causaram mais de 30 mortos.

Marcelo_Cabo Verde
Marcelo_Cabo Verde Lusa

O Presidente da República português enviou uma mensagem de condolências ao Presidente da República Árabe do Egito, Al-Sisi, no qual condena os "bárbaros ataques" registados hoje em duas igrejas e que causaram mais de 30 mortos.

"Condeno veementemente estes bárbaros ataques bem como todas as manifestações de intolerância religiosa", refere a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa, divulgada no site da Presidência da República na Internet e enviada ao homólogo egípcio a partir de Cabo Verde, onde está o chefe de Estado português se encontra em visita de Estado.

"Neste momento difícil, quero transmitir a Vossa Excelência, em meu nome e em nome do povo português, toda a solidariedade para com o povo egípcio e, de modo particular, com as famílias das vítimas a quem dirigimos, através de Vossa Excelência, os sentimentos do nosso sentido pesar", acrescenta o Presidente da República.

Pelo menos 33 pessoas morreram hoje e outras 77 ficaram feridas em dois atentados contra igrejas cristãs em Tanta e Alexandria, no norte do Egito, referem fontes ligadas à segurança e ao Ministério da Saúde.

O Governo português também já condenou os ataques à bomba em duas igrejas cristãs coptas no Egito.

"Em meu nome e do governo português, condeno aqui os ataques no Egipto e expresso o nosso profundo pesar pelas vítimas", escreveu António Costa na sua conta no Twitter.

Num comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros referiu também que "o Governo Português condena firmemente os atentados que hoje causaram a morte a mais de 20 pessoas e feriram pelo menos 70 que se encontravam reunidas para celebrar o Domingo de Ramos nas igrejas coptas de Mar Gigis, em Tanta, e de São Marcos, em Alexandria, no Egito".

Uma bomba explodiu hoje numa igreja copta em Alexandria, Egito, deixando pelo menos seis mortos e 33 feridos, incidente que ocorreu horas depois de uma primeira explosão também numa igreja copta na cidade de Tanta.

Fontes da área da saúde indicaram que houve pelo menos seis mortos neste atentado em Alexandria, que fica no norte do Cairo.

Também hoje uma bomba explodiu numa igreja copta da cidade de Tanta, ao norte do Cairo, quando os fiéis celebravam o Domingo de Ramos, mas o ataque, que deixou 26 mortos e quase 40 pessoas feridas, ainda não foi reivindicado.

Os cristãos coptas são cerca de 10% da população do Egito e são frequentemente alvo de ataques por parte dos extremistas islâmicos.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais