José Augusto Dias, o bombeiro com 39 anos de experiência que morreu a combater as chamas na Lousã

Correio da Manhã 11 de julho de 2020

Sub-chefe de 55 anos viu-se cercado pelo fogo, assim como outros elementos da equipa.

José Augusto Dias, de 55 anos, morreu este sábado a combater as chamas que deflagram na Serra da Lousã.

O Sub-chefe Bombeiros de Miranda do Corvo tinha 39 anos de experiência.

Fonte oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil confirmou ao CM esta noite a morte do chefe de uma equipa de cinco elementos dos bombeiros daquela corporação.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação