Dois detidos na operação de segurança do FC Porto-Benfica

Lusa 03 de março de 2019
As mais lidas

No balanço da operação de segurança do jogo que o Benfica venceu por 2-1, uma pessoa foi detida por "posse de artifícios pirotécnicos" e outra pela "violação da medida de interdição".

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve dois adeptos do FC Porto no sábado, no Estádio do Dragão, durante o 'clássico' com o Benfica, da 24.ª jornada da I Liga de futebol, disse à Lusa o subintendente André Rodrigues.

No balanço da operação de segurança do jogo que o Benfica venceu por 2-1, o responsável disse que um foi detido por "posse de artifícios pirotécnicos" e outro pela "violação da medida de interdição".

André Rodrigues indicou que os adeptos do Benfica já se encontravam na autoestrada, não tendo havido qualquer incidente digno de registo no percurso entre o estádio e a zona onde estavam os autocarros, em Bonjóia.

Além dos dois detidos, o responsável da PSP do Porto indicou que foi também identificado um outro adepto portista durante a partida, pelo "arremesso de objetos para o relvado", não havendo qualquer registo de feridos.

O responsável negou também o apedrejamento da viatura pessoal do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, antes do encontro, mas confirmou danos no autocarro da equipa 'encarnada', que, segundo fonte oficial do clube, ficou com um vidro partido quando se dirigia para o Dragão.

A vitória permitiu ao Benfica ascender à liderança do campeonato, com 59 pontos, mais dois do que o FC Porto, detentor do título.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais