CDS: Filipe Lobo D’Ávila abre as portas para Cristas em Lisboa

CDS: Filipe Lobo D’Ávila abre as portas para Cristas em Lisboa
Diogo Barreto 25 de janeiro de 2020

Candidato à liderança agradeceu o trabalho desenvolvido pela líder que se afastou neste congresso. "O grande desafio é o da credibilidade. É preciso recuperá-la", decretou ainda.

Filipe Lobo d'Ávila apresentou-se no 28.º Congresso do CDS como uma voz de recuperação do partido e de todos aqueles que há anos trabalham para que o partido se mantenha - os que dão a cara e os anónimos; os pagos e os não pagos. E sobre os pagos, deixou desde logo uma palavra de agradecimento a Assunção Cristas que fez o seu último discurso enquanto líder centrista.

"Não aplaudo quando convém e rejeito quando dá jeito. Não esquecemos o teu sucesso, Assunção e, se quiseres, podes retomar o teu lugar autárquico em Lisboa. Porque o CDS é um partido com divergência mas sem dissidência".

Lobo D’Ávila lembra que sempre foi crítico da administração Cristas e que está com "consciência tranquila e estou com total confiança. Avisei que o caminho não era o correto, fui o único e sei que se não o tivesse feito hoje estaríamos bem pior", assegurou.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais