Apesar da derrota PNR tem grandes "expectativas nas legislativas"

Lusa 02 de outubro de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 4 a 10 de março
As mais lidas

Na sua candidatura a Lisboa, José Pinto-Coelho ficou em nono lugar, com 0,46 %, com um total de 1.173 votos.

O candidato do Partido Nacional Renovador (PNR) à presidência da Câmara de Lisboa, José Pinto-Coelho, revelou esta segunda-feira que o facto de a força política ter descido nas eleições autárquicas não impede que tenha grandes "expectativas nas legislativas".

João Miguel Rodrigues
José Pinto-Coelho reforçou que os "resultados ficaram aquém das expectativas", mas que o partido "continua na luta com cada vez mais empenho" reforçando que "o próximo objectivo são as legislativas". "O PNR teve sempre menos votos nas autárquicas do que nas legislativas", afirmou o cabeça de lista do partido a Lisboa.

Para o candidato, e também líder do partido, o "voto útil tem contado muito" e foi isso, na sua opinião, que aconteceu com a candidata do CDS/PP a Lisboa, Assunção Cristas, para evitar a maioria de Fernando Medina.

Os votos úteis "prejudicaram bastante" os resultados de José Pinto-Coelho.

Às 14h, quando ainda faltavam cinco freguesias por apurar no total nacional, o PNR conseguia 0,09 por cento dos votos, num total de 4.740 votos.

Na sua candidatura a Lisboa, José Pinto-Coelho ficou em nono lugar, com 0,46 %, com um total de 1.173 votos.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais