António Costa: "Se não foi a doença a dar cabo de nós, não pode ser a cura"

C.A.C. 22 de maio de 2020

Primeiro-ministro diz entender que os portugueses tenham medo de sair de casa, mas alertou para a necessidade de o fazer em segurança para evitar uma enorme crise económica e social.

O primeiro-ministro, António Costa, alertou, esta sexta-feira, que Portugal pode perder o que já alcançou e também o relançar da economia caso o País sofra um retrocesso na luta contra a pandemia de covid-19. "Se não foi a doença a dar cabo de nós, não pode ser a cura a dar cabo de nós", reforçou, em declarações em Ovar, onde visitou uma fábrica. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais