Notícia

Portugal

Governo: Não são necessárias "intervenções urgentes na Ponte 25 de Abril"

08.03.2018 13:24 por Leonor Riso
Finanças indicam que os pedidos de intervenções "regulares e programadas" já foram aprovados pelos ministérios.
Foto: Cofina Media
Foto: Getty Images

Ponte 25 de Abril
O Governo reagiu às notícias que dão conta que o Laboratório Nacional de Engenharia Civil defende intervenções urgentes na ponte 25 de Abril, negando que haja "qualquer processo a aguardar autorização do Ministério das Finanças relativo a intervenções de cariz urgente na Ponte 25 de Abril". 

Em comunicado, o Ministério das Finanças defende que "todos os pedidos de intervenção na ponte 25 de Abril, nomeadamente os projectos de portarias de extensão dos encargos, foram atempadamente aprovados pelos ministérios competentes. Os processos referiam-se a intervenções regulares e programadas no âmbito de um calendário de manutenção plurinatal da referida infraestrutura", 

Ontem foi anunciado que a Ponte 25 de Abril vai ser alvo durante dois anos de trabalhos de manutenção, orçados em 18 milhões de euros, anunciou ontem a Infraestruturas de Portugal (IP), que lança ainda este mês o concurso público internacional para adjudicação da obra.

Em comunicado, a empresa refere que "vai lançar, no decorrer deste mês, uma empreitada de trabalhos de reparação e conservação da Ponte 25 de Abril", que liga as duas margens do Rio Tejo (Almada e Lisboa), "com um preço base de 18 milhões de euros e prazo de execução de dois anos".
pub


pub
pub