Edições do dia Manhã Noite
Secções

Candidatos presidenciais vão à reunião no Infarmed. Vitorino Silva não recebeu convite

SÁBADO 09 de janeiro de 2021

A convite de António Costa, Ana Gomes, Marisa Matias, João Ferreira e Tiago Mayan vão marcar presença na reunião com as autoridades sanitárias na terça-feira. Vitorino Silva foi o único a não ser convidado: "O primeiro-ministro não deve ter o meu número", diz.

Os candidatos à Presidência da República que irão a votos no próximo dia 24 de janeiro foram convidados pelo primeiro-ministro, António Costa, a participar na reunião com autoridades sanitárias na terça-feira, no Infarmed, para discutir a situação de Portugal no combate à covid-19.

Vitorino Silva - Marcelo Rebelo de Sousa RTP

Ou melhor, quase todos. Ao Correio da Manhã, Vitorino Silva disse não ter recebido o convite. "Gostava de estar presente, mas não fui convidado. O primeiro-ministro não deve ter o meu número", disse.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que se recandidata a um segundo mandato é já presença assídua destes encontros, tal como André Ventura, que marca lugar como líder parlamentar e deputado único do Chega no Parlamento.

Ao Jornal de Notícias, o gabinete de Costa confirmou que o convite foi enviado a "todos os candidatos" para participarem.

Na quinta-feira, no final da reunião do Conselho de Ministros em que anunciou o provável agravamento das restrições a partir da próxima semana devido à pandemia, António Costa já tinha admitido a possibilidade de convocar os candidatos presidenciais para estarem presentes na reunião com epidemiologistas, na terça-feira, no Infarmed, em Lisboa.

Nessa ocasião, o primeiro-ministro defendeu existirem condições de segurança para a realização das eleições presidenciais mesmo com o país em estado de emergência, mas sugeriu que os candidatos terão de se adaptar à realidade epidemiológica.

"Expressamente é dito [na lei do estado de emergência] que não é possível determinar qualquer proibição da atividade política - um tema muito discutido por ocasião do Congresso do PCP e que se aplica a uma campanha eleitoral. Naturalmente, os candidatos ajustarão a campanha eleitoral às circunstâncias próprias", disse.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

A campanha eleitoral decorre entre 10 e 22 de janeiro, com o país a viver sob medidas restritivas devido à epidemia.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Os candidatos à Presidência da República que irão a votos no próximo dia 24 de janeiro foram convidados pelo primeiro-ministro, António Costa, a participar na reunião com autoridades sanitárias na terça-feira, no Infarmed, para discutir a situação de Portugal no combate à covid-19.

Ou melhor, quase todos. Ao Correio da Manhã, Vitorino Silva disse não ter recebido o convite. "Gostava de estar presente, mas não fui convidado. O primeiro-ministro não deve ter o meu número", disse.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que se recandidata a um segundo mandato é já presença assídua destes encontros, tal como André Ventura, que marca lugar como líder parlamentar e deputado único do Chega no Parlamento.

Para continuar a ler
Os candidatos à Presidência da República que irão a votos no próximo dia 24 de janeiro foram convidados pelo primeiro-ministro, António Costa, a participar na reunião com autoridades sanitárias na terça-feira, no Infarmed, para discutir a situação de Portugal no combate à covid-19.

Ou melhor, quase todos. Ao Correio da Manhã, Vitorino Silva disse não ter recebido o convite. "Gostava de estar presente, mas não fui convidado. O primeiro-ministro não deve ter o meu número", disse.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que se recandidata a um segundo mandato é já presença assídua destes encontros, tal como André Ventura, que marca lugar como líder parlamentar e deputado único do Chega no Parlamento.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Artigos Relacionados
Aqui vai ficar a recomendação
As mais lidas
Investigação
Monte Branco

O gestor que denunciou a mulher do banqueiro João Rendeiro…

TextoAntónio José Vilela
FotosSérgio Lemos
Investigação

Cartão Vermelho: as conversas secretas de Luís Filipe Vieira

TextoCarlos Rodrigues Lima
DESTAQUE SÁBADO DE 16 de dezembro de 2021

O fim da linha para João Rendeiro

TextoCarlos Rodrigues Lima
Portugal

Investigação. A morte rápida do Rio Mira

TextoPaulo Barriga
FotosErnesto Barroso