Marcas do isolamento
Nuno Tiago Pinto Chefe de redação
22 de abril de 2020

Marcas do isolamento

A obrigação de ficar em casa, em isolamento, está a deixar marcas: depressão, ansiedade, dor crónica são algumas das doenças que a quarentena potencia. Nesta edição explicamos-lhe como as identificar e, sobretudo, como as vencer – e ainda lhe preparámos um dossiê especial sobre como dormir melhor à noite

A quarentena forçada que estamos a viver deixa marcas – físicas e mentais. Ansiedade, depressão, dor crónica ou obesidade e diabetes são algumas das patologias já identificadas pelos especialistas que a jornalista Susana Lúcio entrevistou para escrever o tema de capa desta edição. Nesse processo, como todos estão em teletrabalho, acabou por conhecer mais das suas vidas pessoais do que aconteceria normalmente: das brincadeiras das crianças, às dificuldades em decidir almoços e jantares. Mas organizou um dossiê completo sobre como estas doenças afetam crianças, adultos e idosos – e a melhor forma de as vencer.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais