A gente olha para o homem e ele é preto, ele olha para nós e vê brancos, mas não se pode dizer. Somos todos sem cor
José Pacheco Pereira Professor
24 de fevereiro de 2019

A gente olha para o homem e ele é preto, ele olha para nós e vê brancos, mas não se pode dizer. Somos todos sem cor

O problema do PSD é que se tem uma linha de oposição alternativa, que só pode ser a oposta ao activismo sem regras do CDS, não pode ficar complexado com a acusação de que isso o coloca do lado do Governo

O nível de insensatez que cada vez mais existe na obsessão do policiamento da linguagem e das respetivas cabeças e bocas que a falam está a crescer todos os dias. Agora é o mini -escândalo pelo facto de haver uns relatórios da PSP que referem na análise sobre a situação de risco e insegurança de alguns bairros na periferia de Lisboa aquilo que é descrito como "critérios rácicos".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais