A táctica do quadrado

30-06-2020 Com a subtileza de um pão-de-ló de Alfeizerão, António Costa desconfinou temporariamente a inteligência para considerar o ceptro dos estalajadeiros-mor da UEFA como “um prémio aos profissionais de saúde”.

Os novos iconoclastas

23-06-2020 Passará a caçar coelhos, ou o Beep-Beep – outro racista desprovido de sensibilidade ecológica que teima em escapar a uma espécie em vias de extinção, os lobos – com uma foice.

A nossa natureza: obedecer

16-06-2020 A facilidade com que estamos dispostos a cumprir ordens de uma figura de autoridade, mesmo que essas ordens contrariem a nossa consciência, já foi suficientemente confirmada pela História. É nessa macieza que Orbán, Bolsonaro ou Trump sustentam o seu poder.

Má Raça

09-06-2020 Na ficção, podemos morrer sem amor, mas ao menos o sexo é de livre acesso; na realidade, o desejo precisa de máscaras de pano e zonas de desinfecção. Quando a pandemia terminar, de que má raça seremos feitos?

A cultura deu à Costa

02-06-2020 Já de pijama fofo, sem estampados de Almada ou de Pomar, lançou os dedos à mesinha: nada. O volume de Camilo escapulira-se, e nem um Afonso Cruz para a amostra. Antes de fechar os olhos ainda pensou: “É melhor dar 1 milhão de euros a estes gajos”

Semáforos ao sol

26-05-2020 Caso um concessionário cometa três infrações seguidas, as autoridades reservam-se o direito de soltar José Sócrates em equipamento de jogging na praia

Os talibãs

19-05-2020 Há uma cortina escura de irracionalidade no discurso ideológico, uma crença de que sabemos como o mundo realmente é. Tal como a religião, a ideologia transborda de fundamentalistas e extremistas

Desconfinar: os 10 mandamentos

12-05-2020 Não levantar falsos testemunhos sobre a confiança exasperante de António Costa, o sentido de Estado de Rui Rio, a equidistância institucional de Ferro Rodrigues e a epidemia neokeynesiana dos economistas

Desinfecte-se

05-05-2020 As receitas de Trump (adaptadas): 20 cc de álcool etílico sanitário, terebentina e tintura de iodo para a traqueia de António Costa, a ver se acalma um bocadinho com os palpites de distanciamento social

A arte de amar à distância

28-04-2020 Se a arte de amanhã tiver menos sexo, desejo e fisicalidade do que a arte de ontem, poderá ser um espelho dos nossos cem dias de solidão, mas não fará justiça ao que fomos, somos e queremos ser
Veja mais