Como se esperava Rui Rio vai ter oposição organizada
José Pacheco Pereira Professor
11 de fevereiro de 2018

Como se esperava Rui Rio vai ter oposição organizada

Portugal, como aliás grande parte da Europa, como se vê mesmo na católica Irlanda, não parece muito virado para “guerras culturais”. Talvez porque nas sociedades europeias haja uma relativa homogeneização dos costumes e, com o avanço da descrença, a religião não tenha já hoje uma grande capacidade de dividir

…o que para mim não é novidade nenhuma. Há muito tempo que dentro do PSD há um sector que emergiu à volta de Passos e Relvas e depois ganhou outros mentores, que se comporta como "dono do aparelho" e que fará tudo para não o perder. O seu poder é essencialmente interno, não passa por ideias, nem por debates, nem por influência na sociedade. Passa exclusivamente pelo poder interno e por estruturas paralelas que surgiram nos últimos anos dentro do PSD e nada tem a ver com a sua história, como é o caso de certas obediências da Maçonaria. Eu não estou a falar de fazer críticas ou discutir orientações – seria o menos indicado para o fazer, porque acho que isso é sadio –, mas sim de organizar grupos e fracções dentro do partido. 

O preço da vaidade, do desprezo próprio pela privacidade e da exibição

As fotografias que têm aparecido nos jornais do juiz Rui Rangel, associadas ao inquérito judicial a que está sujeito seriam, se obtidas por via travessa, uma considerável violação da privacidade que seria condenável. Mas é evidente que muitas dessas fotografias "sociais" foram permitidas, publicadas e divulgadas pelo próprio em revistas do jet set, nas redes sociais, numa exibição vaidosa que mesmo sendo hoje demasiado comum, não deixam de ser incomodativas e de um gigantesco mau gosto. E, claro, que voltaram hoje nas páginas do Correio da Manhã e de outros jornais, para assombrar quem as permitiu e exibiu, mostrando um estilo de vida, uma personalidade, um trem de vida que antes parecia publicidade paga e agora parece uma admissão de culpa. Tanto glamour, tanta roupa, tantas bebidas, tantas senhoras, tanto local trendy, é hoje olhado de soslaio. Bem feita!  

Ilustração Susana Villar

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais