Nuno Rogeiro
Nuno Rogeiro
22.02.2021

A salvação e a perdição

Há quem tenha medo da conversa sobre “salvação nacional”. Mas tem primeiro de se saber de que é que estamos a falar, quem é que fala, e com que intenção. O ignorante e o premeditado não são iguais

15.02.2021

O mundo em 2021

Naturalmente obcecados com a árvore do nosso problema, perdemos por vezes a noção da floresta global. A seguir, uma perspetiva do que esta poderá ser, com os dados disponíveis e previsíveis

08.02.2021

Marcelo e o próximo Passos

Saímos da emergência para a resolução, e desta outra vez para a emergência. Depois de um ano de tortura, todos esperam um verdadeiro governo de salvação nacional. Planeado em S. Bento ou planeado em Belém. Sem drama

01.02.2021

Tiros de aviso

Não vale a pena o ralhete “eu bem vos avisei”. Mas apetecia. Não vale também a pena a lavagem: “Já passou, agora é andar em frente.” A verdade é que há muitas contas a fazer, e a ajustar

25.01.2021

País frio e injusto

O agravamento da situação Covid e a verificação das pressões sobre o SNS não podem ser desligados de um tema pouco discutido, mas dramático: os preços da eletricidade e a incapacidade portuguesa para aquecer os seus lares.

17.01.2021

Uns e os outros

Uma análise detalhada dos presidenciáveis, sem desconversa. Isto é, baseada apenas nos debates, que aqueceram este inverno do nosso descontentamento. Por ordem alfabética

10.01.2021

Nada de cheques em branco

Eis uma campanha onde se sabe como começa, quem aparentemente ganha, quem de certeza perde, o que se pode esperar em ditos e malditos, mas onde ninguém deve contar com cheques em branco

03.01.2021

Menos e melhores polícias

Não falo de agentes, mas de instituições: temos demasiadas polícias. Assim, mais importante que a guerra pelo controlo do Ministério da Administração Eterna seria um SEF conservado no que tem de bem e liberto do mal.

27.12.2020

Ano para esquecer (e lembrar)

Ano para esquecer, ano para lembrar, ano em branco. Ano perdido, dizem alguns. Seja como for, é preciso lembrar o que ficou esquecido, e esquecer o que foi excessivamente lembrado

20.12.2020

Ajudar Moçambique. Mas como?

Depois da visita do ministro da Defesa a Maputo, onde se fizeram promessas e desfizeram equívocos, tem de se regressar ao tema. Portugal deve ajudar Moçambique a ultrapassar a guerra de Cabo Delgado? E como?

13.12.2020

Na rebelião das massas

A resistência à morte anunciada é um fogo que arde e se vê. Por toda a parte, em graves greves e pequenas campanhas entre amigos. Mas ao lado da destruição (in)compreensível, passam-se outras coisas

30.11.2020

4 de dezembro de 1980

O tempo foge. Passaram já quatro décadas sobre a morte de Sá Carneiro, naquela viela escura e fria de Camarate. O então primeiro-ministro teria hoje 86 anos. Isto é o que sabemos. Mas este texto é sobre incógnitas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)