Selvagens e sentimentais

07-07-2018 Para que o embuste fosse total, bastava ao parlamento declarar que continuaria a aceitar como “morada habitual” todas as províncias ultramarinas que Portugal perdeu depois de 1974

Estranhas formas de vida

30-06-2018 Se a selecção continuar a jogar assim, o Ministério da Saúde pode aproveitar a boleia para fazer um rastreio informal à saúde cardíaca dos portugueses. Que é como quem diz: no final do torneio, quem estiver em pé está; quem não estiver, estivesse

Sinais do apocalipse

23-06-2018 Na última Feira do Livro continuei a minha "Missão Beneditina". Em traços largos, consiste em comprar o maior número possível de grandes clássicos da literatura que, no futuro breve, estarão proibidos pelos novos bárbaros da "inclusividade". Falo de autores (homens), ocidentais e brancos.

O ABC da bicicleta

16-06-2018 Quem sonha com Belém em 2026, e por isso debita sentenças todas as semanas em posição senatorial, é Marques Mendes lui-même. E aquilo que interessa ao comentador é saber quem, em 2026, ocupará a vaga das esquerdas.

Masculinidades tóxicas

09-06-2018 Julgava eu que o filme antitabagismo do Ministério da Saúde, com uma mãe fumadora e uma criança fascinada pelo vício, pecava pela desumanização dos fumadores. Enganei-me

Tratar da saúde

02-06-2018 A discussão sobre a eutanásia não passa por saber se os indivíduos se podem suicidar (o que seria uma questão absurda). Passa por saber se um sistema de saúde, além da sua vocação clássica - tratar e curar -, deve ter também possibilidade de matar.

Os moralistas

26-05-2018 Ser socialista, pelos vistos, é um activo que funciona bem no mercado imobiliário. Tão bem que o Largo do Rato devia abrir uma agência para ajudar os lisboetas sem cartão partidário na busca de uma habitação condigna

Israel, 70 anos

19-05-2018 O Bloco não discrimina; não distingue, no fundo, os actos de um governo (sempre sujeitos a crítica) das acções livres dos seus cidadãos. Se a “cantora” Netta é israelita, isso torna-a culpada antes de qualquer julgamento

Vamos ao circo

12-05-2018 Com o PS a enterrar o cadáver político de José Sócrates, o dr. Costa voltou a exibir o tique: primeiro, ficou “surpreendido” com as palavras condenatórias de Carlos César; e, depois, voltou a ficar “surpreendido” com a desfiliação partidária de Sócrates

Palavras mal ditas

05-05-2018 O que diriam os europeus se a China, depois de ter descoberto o caminho marítimo para a Europa, inaugurasse em Pequim um museu para celebrar o “descobrimento” dos europeus? Confesso que me seria indiferente
Veja mais