O vírus português
João Pereira Coutinho Politólogo, escritor
26 de setembro de 2020

O vírus português

O vírus da solidariedade atacou a responsável pelo Conselho de Finanças Públicas: para a dra. Nazaré da Costa Cabral, “financiar a pandemia” podia passar pela criação de um imposto extraordinário. A conta, como sempre, seria para a mesa do costume

DONALD TRUMP começou a tradição: e que tal insultar os adversários com epítetos brutais e memoráveis?
A lista, em quatro anos, tornou-se imensa. Mas eu confesso uma certa queda por "Joe Hiden" (para o esquivo Joe Biden); "Mini Mike" (para o pequeno Michael Bloomberg); "Low Energy Jeb" (para o frustrante Jeb Bush); e, claro, "Little Rocket Man" (para o demente da Coreia do Norte). Até o vírus que nos consome teve direito a baptismo. Sim, "vírus chinês" foi bastante pedestre. Mas Trump, que sabe entreter uma plateia, redimiu-se com o fabuloso "Kung Flu".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais