Eduardo Dâmaso
Eduardo Dâmaso Director
28.01.2021

Até onde vai Ventura?

Ventura é um abcesso na democracia, sem dúvida, mas numa democracia que também ela está doente. Que caminha para o abstencionismo e a indiferença cívica. E que se resigna com essa caminhada para o abismo.

21.01.2021

A terceira vaga que ninguém viu

Por cá, ninguém antecipou a terceira vaga de contágios da Covid. A começar pelo Presidente da República, ninguém antecipou coisa nenhuma. Não sei o que é pior. Se a incapacidade de prever o óbvio - a terceira vaga - ou a uma governação por “sensação” que não conseguiu medir a necessidade de meios para fazer face à doença.

12.01.2021

O ataque à liberdade de imprensa

Pela primeira vez, em democracia, jornalistas foram vigiados e fotografados pela polícia, as suas mensagens vasculhadas sem cobertura legal, violando o direito ao sigilo profissional, e o sigilo bancário levantados de forma completamente ilegal.

06.01.2021

O triste caso do procurador europeu

O Ministério da Justiça enviou informação falsa para o processo de candidatura do procurador José Guerra ao cargo. Deliberadamente ou não, com conhecimento da ministra ou não, os factos são objetivos e evidentes

30.12.2020

O ano em que tudo vai recomeçar

Para que 2021 seja o ano em que a nossa vida vai recomeçar, é agora essencial que saibamos preparar tudo para fazer uma celebração muitíssimo mais importante, que será a da última vacina a ser aplicada.

23.12.2020

A pandemia das desigualdades

O País da Web Summit, do nacionalismo serôdio e da euforia turística tende a esquecer o que está por trás das montras. A pandemia agravou as desigualdades e este é o momento de decidir, por uma vez, em Portugal e no mundo, se vamos ou não lutar contra elas

16.12.2020

Um Governo a cair aos bocados

Um Governo incapaz de perceber a dimensão do escândalo que é o assassinato de um cidadão ucraniano no aeroporto é um perigo para a segurança coletiva.

13.12.2020

Marcelo e o ministro das polícias

Magina da Silva apresentou-se como uma espécie de ministro das polícias legitimado por aquela espécie de conselho de ministros bipolar – no estrito sentido de ter apenas dois polos – , constituído por si e por Marcelo Rebelo de Sousa.

09.12.2020

Os grandes combates de 2021

Janeiro pode ser um mês de muitas falências e muito desemprego porque as empresas, o comércio, as famílias, chegam extenuadas ao novo ano. Desistir, porém, não deve estar em nenhum léxico

02.12.2020

A vacina quando nasce é para todos

A corrida às vacinas, até agora, mostrou duas coisas: a primeira foi a especulação milionária de algumas empresas farmacêuticas e biotecnológicas, gerando fortunas pela simples gestão de expectativas bolsistas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)