O regime e a banca

14-03-2019 A fatura do Novo Banco é mais uma prova da dupla verdade, dupla contabilidade e dupla moral que reina na política. De 2008 para cá, os contribuintes já meteram uns bons 20 mil milhões nos bancos e ninguém sabe dizer quando acaba o inferno

O amigo rico e o mãos-largas

07-03-2019 A vitimização é uma espécie de autoestrada para projetar a dúvida razoável no plano mediático, onde a discussão está cada vez mais afunilada pela velha lógica maniqueísta do futebol

Carlos Costa, o corpo presente

28-02-2019 Carlos Costa encontrou a pior forma de tentar desmentir uma evidência e provou que, pelo menos por omissão, foi cúmplice do pântano que fedia à sua volta. Como é possível pensar que a figura de corpo presente seria uma causa de exclusão da sua responsabilidade?

A arte de remodelar para nada mudar

21-02-2019 António Costa e o seu Governo entram numa fase crucial do ciclo político desgastados, sem energia reformista, apenas e só entregues ao austeritarismo de Mário Centeno, o único programa político que guia os socialistas

As vítimas esquecidas e os arguidos protegidos

14-02-2019 É obrigatório que o Estado assuma perante as vítimas de crimes, em particular das de violência doméstica, as mesmas obrigações e o mesmo investimento político e financeiro que promovem a recuperação dos autores de crimes

O assalto do século a todos nós

07-02-2019 O assalto à Caixa Geral de Depósitos foi uma parte do assalto ao BCP. Ambos foram episódios do grande assalto a Portugal feito pelo grupo BES/GES, um punhado de construtores civis e uns quantos políticos

Ali Babá e os 40 ladrões na Caixa

31-01-2019 O Bloco Central dos Interesses fez o que bem quis da Caixa Geral de Depósitos e é essencial investigar esses crimes. Mas também é indispensável realizar a arqueologia das práticas, das decisões e da responsabilidade política nesse regabofe

Vara, o santo mártir do tráfico de influências

24-01-2019 O tráfico de influências é o crime mais tardio, no século XX, a entrar na legislação da criminalidade económica. Quando entrou, foi em condições de impossível produção de prova. Por isso, demorou quase 25 anos a prender um político

PSD: O fantasma da bancarrota eleitoral

10-01-2019 "O que tem destruido o PSD são os compromissos de centrão, opacos, pantanosos, em que os interesses de uns poucos são metidos à frente dos interesses colectivos."

A república do riso

10-01-2019 O Presidente da República telefona em direto para saudar a sua amiga apresentadora na SIC, um criminoso é levado ao programa concorrente daquele na TVI, o mesmo onde estivera o dito Presidente dias antes. O populismo está onde?
Veja mais