O País do respeitinho volta  a atacar
Eduardo Dâmaso Director
21 de novembro de 2019

O País do respeitinho volta a atacar

A construção de um “caso exemplar” contra os procuradores que investigaram Tancos parece interessar apenas aos que defendem a total opacidade da intervenção hierárquica nas investigações criminais

Pode ser um tema "chato" mas não é de somenos. O ambiente no Ministério Público está irrespirável e muito do que ali se passa é uma verdadeira prova de algodão sobre a saúde do regime e da separação de poderes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais