A dupla vitória de Salgado
Eduardo Dâmaso Director
06 de fevereiro de 2020

A dupla vitória de Salgado

O Ministério Público dá um grande valor à perseguição do crime de desobediência, aquele que protege o velho respeitinho salazarista, enquanto procrastina na investigação aos crimes de Ricardo Salgado e dos seus pares

Convocado pelo Ministério Público como sua testemunha, Ricardo Salgado compareceu há dias em tribunal num julgamento contra jornalistas, que respondiam pelo crime de desobediência por divulgação dos vídeos com o seu interrogatório e o de Sócrates. O momento merecia ter sido filmado ou fotografado. Ricardo Salgado, explorando ao máximo a sua gravitas e as vantagens da idade avançada ("a memória já não é a mesma…" ; "já não ouço muito bem…), apresentou-se como uma verdadeira vítima no banco das testemunhas. Bastou-lhe o simbolismo do momento, não precisou da retórica para inflamar o alegado sofrimento pela exposição do interrogatório. A diligência demorou escassos cinco minutos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais