Instantâneos ou quase (7)
António José Vilela Diretor-adjunto
21 de maio de 2020

Instantâneos ou quase (7)

As parangonas do jornal garantiam que somos o país da União Europeia com menos agressões a “pessoas LGBT”. Esquecendo a redundância da associação de pessoas a LGBT, porque é que rankings destes não me soam nada bem? Pois, há agressões.

Viva. Viva?
As parangonas do jornal garantiam que somos o país da União Europeia com menos agressões a "pessoas LGBT". Esquecendo a redundância da associação de pessoas a LGBT, porque é que rankings destes não me soam nada bem? Pois, há agressões.

Apelo à ciência
André Ventura parece um bicho que muda de pele ou de pelo. Mas vai mais longe, porque já alterou a personalidade da noite para o dia. Era isto, ficou aquilo, gritava apoios, berra acusações. Depois de os cientistas chegarem à vacina da Covid, estudem-no, por favor.

Novo mundo
Ou se ia para a creche ou não; ou se ia ao futebol ou não; ou se ia ao restaurante com a família ou não; ou se ia à praia ou não. Agora, já não é assim: vai-se não se indo. E o que é mais dramático é que isso é cada vez menos estranho.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login