Arcanjos e belzebus
Pedro Marta Santos
13 de setembro de 2016

Arcanjos e belzebus

Mesmo os que consideram Passos Coelho e a sua comandita um dos mais reles partidos sociais-democratas da história contemporânea não serão capazes de negar a pobreza da performance económico-financeira de seis meses de geringonça

Mesmo os que consideram Passos Coelho e a sua comandita um dos mais reles partidos sociais-democratas da história contemporânea não serão capazes de negar a pobreza da performance económico-financeira de seis meses de geringonça, esse motor de Citroën 2 CV com 200 mil kms no bucho mas movido a inesgotável benzina encarnada e co-propulsionado por flower-power feminino.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login