O Estado paralelo do futebol
Carlos Rodrigues Lima Subdiretor
13 de fevereiro de 2020

O Estado paralelo do futebol

Adeptos mortalmente atropelados, bonecos enforcados, telefonemas para o sindicato dos árbitros. O Estado de Direito tem medo dos pequenos mafiosos do futebol, que construíram um “mundo” paralelo, onde a impunidade reina

Escândalo! Era o que toda a gente gritaria se, por exemplo, o presidente de um banco ou de uma grande empresa divulgasse publicamente que, após a condenação de um administrador, tinha andado a trocar mensagens com o presidente da Associação Sindical dos Juízes, insinuando até que o conteúdo das mesmas eram comprometedoras para o magistrado. Sim, seria um escândalo nacional.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais