Um belo Auto de Fé
João Paulo Batalha
08 de maio de 2020

Um belo Auto de Fé

A cura para o medo não são músculos de aço e olhos na nuca – é a coragem e a empatia. A lição vem de uma amedrontada e isolada vila do Alto Alentejo.

"Depois do tremor de terra que destruiu três quartas partes da cidade de Lisboa, os sábios do país não encontraram meio mais eficaz de prevenir a derrocada total do que dar ao povo um belo auto-de-fé; fora decidido pela Universidade de Coimbra que o espetáculo de umas quantas pessoas a arder em fogo lento, em grande cerimonial, era o segredo infalível para impedir a terra de tremer.»

"Cândido", Voltaire

Não vale a pena perder muito tempo sobre André Ventura e Quaresma. André Ventura é uma criança petulante que diz palavrões para chamar a atenção dos pais, mas logo depois larga numa birra porque os pais lhe ralharam pelos palavrões que disse. Como os políticos da sua estirpe pelo mundo fora, proclama o repúdio do sistema como meio de ingressar nele (não é por acaso que vem do PSD, como outros líderes do género vieram de partidos de sistema antes de migrarem para os populismos). Nunca foi visto a contribuir para uma discussão aprofundada e fundamentada do que quer que seja (a não ser talvez na tese de doutoramento que enjeitou), pelo que é escusado esperar dali grande coisa, como já aqui escrevi.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui