Afonso de Albuquerque: um guerreiro estratega ou um estratega guerreiro? (II)
João Brandão Ferreira Oficial Piloto Aviador
18 de outubro de 2016

Afonso de Albuquerque: um guerreiro estratega ou um estratega guerreiro? (II)

O Islão foi-se expandindo por todo o Oriente no século VIII a partir da Península Arábica. Após o ano de 712 esta expansão chegou ao Norte e Centro do Indostão. Em 1192 Mohammad de Ghor tomou Deli e, em 1200, caíu a Dinastia Sena, em Bengala

QUADRO GEOPOLÍTICO E GEOESTRATÉGICO DO ORIENTE

 

"Estes assy como vedes, se os guardarem com verdade e sem tirania, são tão fortes que sobejam; mas se nestas terras se nom guardar verdade e humanidade, a soberba nos derrubará quantos muros tivermos, por mais forte que sejão. Portugal he muito pobre, e os pobres cobiçosos se converterão em tyranos. As coisas da India fazem grandes fumos; hey medo que polo tempo em diante o nome que agora temos de guerreiros se torne em tyranos cobiçosos." (Resposta de A. de Albuquerque, aos capitães que lhe lembraram que os muros de Ormuz não tinham a espessura necessária).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui