Carlos Pires
09 de março de 2015

Platão e um Ornitorrinco entram num Bar...

Dimitri: Pareces ser uma daquelas pessoas que pensam que não existe uma verdade absoluta, que toda a verdade é relativa. Tasso: Certo. Dimitri: Tens a certeza disso? Tasso: Absoluta.

"Uma mulher saía de casa todas as manhãs e exclamava: - Que esta casa esteja protegida dos tigres! Um dia uma vizinha perguntou-lhe: - Para que é aquilo? Não há um único tigre num raio de mil e quinhentos quilómetros. - Estás a ver? Resulta! – respondeu a mulher."

 

Esta é uma das anedotas contadas no livro Platão e um Ornitorrinco entram num Bar..., de Thomas Cathcart e Daniel Klein, cujo subtítulo é Filosofia com humor. É contada (na pág. 54) para exemplificar a falácia post hoc: "o erro de presumir que, se uma coisa sucede a outra, essa coisa foi causada pela outra".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login