Saudade
Carla Oliveira
07 de janeiro

Saudade

A palavra escolhida foi sempre claramente representativa de um ou de vários dos eventos marcantes do ano em causa. Cada uma delas traz-nos uma lembrança de uma fase da nossa vida enquanto sociedade.

A Porto Editora organiza, desde 2009, como uma forma de "sublinhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa", a eleição da Palavra do Ano. As palavras seleccionadas, e como tal candidatas à eleição, são escolhidas em função da frequência do seu uso, da sua relevância e conexão com os acontecimentos mais marcantes de cada ano. A votação é feita, pelos portugueses, durante o mês de Dezembro, sendo a palavra eleita aquela que obtiver mais votos.

Ao longo dos anos, de 2009 a 2019, e cronologicamente, foram eleitas como palavras do ano "esmiuçar", "vuvuzela", "austeridade", "entroikado", "bombeiro", "corrupção", "refugiado", "gerigonça", "incêndios", "enfermeiro" e "violência (doméstica)". 

Olhando para trás, e revendo os acontecimentos de cada um desses anos, a explicação surge naturalmente. A palavra escolhida foi sempre claramente representativa de um ou de vários dos eventos marcantes do ano em causa. Cada uma delas traz-nos uma lembrança de uma fase da nossa vida enquanto sociedade, algumas vêm acompanhadas de um leve sorriso e outras de um aperto de tristeza. Mas todas nos recordam um ano dos que já passaram.     

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Tópicos carla oliveira